22 agosto 2008

20 agosto 2008

VITÓRIA

A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido e não na vitória propriamente dita.

MANITU - MULHER

IDENTIDADE VIRTUAL

Não sei mais quem sou.
Confundo-me, me perco,
Com fotos, apelidos e senhas,
Que, como para alimentar meu ego
Refletem uma personalidade
Que, na verdade, nunca fui...

Tenho perfil detalhado
Com fotos, dados particulares,
Um enorme grupo de amigos
Que não conheço pessoalmente...

Nunca enxugaram minhas lágrimas...

Passo aniversário com eles
Mandam-me scraps, animam-me,
Mas não sinto calor nas palavras que leio...

Continuo esperando uma nova versão do programa
Que deverá exalar cheiro dos meus amigos.
É uma coisa que sinto falta...

Quem sabe apareça uma mão
E me afague a cabeça.
Quem sabe eu sinto um beijo
Roçando meus lábios na tela.
Quem sabe possam escutar
Quando eu chorar por aqui...

Enquanto isso
Fico aqui, sentado,
Criando, fugindo, sei lá,
Descontrolado socialmente...

Mas, atualizado...

Nesta era dos robôs
Posso até espalhar
Que faço parte da inclusão digital
Nesta realidade virtual...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

19 agosto 2008

MULHER

FRASE

CAMINHOS

Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho...

MALAS

Coloquei roupas
Sapatos, cintos,
E fechei as malas...

Estou pronto!
Estou de saída...

Ainda não decidi
Para onde vou
E quem vai comigo...

Está difícil.
É complicado...

Estas escolhas
Influirão no meu futuro
Como toda a certeza.
Continuo com medo...

De errar...

O tempo passa
As malas prontas
Coração aflito
Medo do fracasso...

Dúvidas que sempre me perseguem
Cada vez mais
Dia a dia aumentam...

Desfaço as malas
Vou esperar um pouco mais.
É a única coisa que me resta.
Preciso ter certeza...

É você quem eu quero?
É para aí que eu quero ir?

Por enquanto,
Desculpe a covardia,
É o que me resta...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

18 agosto 2008

NOITE FRIA

O vento frio
Invade as frestas das telhas
A fechadura da porta
O vidro quebrado da janela...

Atinge meu pescoço
Desce pela espinha
Chega até o mais profundo
Do meu âmago...

Arrepio...

A minha roupa é insuficiente
Para tanto frio...

Minha coberta é pouca
Minhas meias nao me esquentam
Preciso de algo mais...

Abro o uísque
Uma dose apenas
Desce queimando...

Seco...

Mais uma dose
E mais outras.
Ficarei melhor
Nesta noite fria...

Mas, o frio continua...

Olho pela janela
A noite escura não esconde as estrelas
As luzes dos postes não iluminam o suficiente...

O silêncio lá fora
As folhas que voam ao vento
O vento aumentando o frio...

De repente...

Você vem!
Anda calmamente
Linda...

O cabelo esvoaçado pelo vento
Blusa
Chapéu
Cachecol...

Linda, absolutamente linda...

Sorri quando me vê.
Sorrio de volta...

Abro a porta
Você entra.
Eu te beijo...

Mais tarde
Que loucura!
Percebo que o frio acabou...

Mesmo sem roupas
Estamos aquecidos...

O amor nos esquenta...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

SUPERMAN

17 agosto 2008

PRESENÇA DE ANITA - CAPÍTULO 2

PARTE 1


PARTE 2


PARTE 3


PARTE 4


PARTE 5

FANTASMA

Pronto Socorro Municipal
Uma e meia da madrugada...

O rapaz chega
A enfermeira olha para ele
Que não se identifica
E passa...

Está sério, assustador...

Ela não consegue barrá-lo
Não pergunta seu nome
Sem o que ele pretende...

Invade a recepção
Sem palavras
Nem comentários...

Segue corredor adentro
A enfermeira atrás
Curiosa.
Onde será que ele vai?

Ele anda, ela o segue...

Ele não olha para trás
Apenas anda
Lentamente
Corredor adentro...

A sirene de emegência toca
Ela precisa voltar
A ambulância traz alguém ferido...

Ela tem dúvidas:
Deixa-o seguir
Ou o chama para pedir explicações...?

A ambulância encosta
Ela precisa decidir...

Ela se decide
E volta para a recepção.
O rapaz segue seu caminho
Corredor adentro...

A ambulância encosta
O motorista desce, rapidamente,
"Acidente", ele comenta.
"Óbito", alguém responde de dentro do carro.
"Mais um", ela pensa, enquanto puxa a maca...

Susto, arrepios...

Aquele rosto
Aquela camisa
Aquela calça...

Há alguns minutos
Aquele mesmo rapaz havia chegado ao Pronto Socorro
E seguiu corredor adentro
Em direção ao Necrotério...

O espírito chegou antes...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

ERROS DE PORTUGUÊS 014/100

NÃO HÁ REGRA SEM "EXCESSÃO".

O certo é exceção. Veja outras grafias erradas e, entre parênteses, a forma correta:

Paralizar (paralisar)
Beneficiente (beneficente)
Xuxu (chuchu)
Previlégio (privilégio)
Vultuoso (vultoso)
Cincoente (cinquenta)
Zuar (zoar)
Frustado (frustrado)
Calcáreo (calcário)
Advinhar (adivinhar)
Benvindo (bem-vindo)
Ascenção (ascensão)
Pixar (pichar)
Impecilho (empecilho)
Envólucro (invólucro)

CONCLUSÃO DO PORTUGA

O brasileiro fala para o português:

- Porra! Ontem eu comi dois ovos e me atacou o fígado!

- Pois tiveste sorte que não comeste fígado!

ÍDOLOS

CASAMENTO

Demoramos a nos casar. Ela se recusava a se casar comigo enquanto eu estivesse bêbado e eu me recusava a casar com ela quando estava sóbrio.

PREMIAÇÃO COMPLETA

AVE, CÉSAR

É OURO

A E I O U

TU SOPRAS, EU VOU




Peguei emprestado da Carmen
http://carmenrdias.blogspot.com/

STOP MOTION

LABIRINTO

Ei, você,
Me ajuda
Me tira daqui
Eu não sei onde estou...

Está escuro
Tão escuro que não vejo nada
Não toco em nada
Visões me assombram
Vozes me assustam...

Ei, você,
Me ajuda.
Você pode me ajudar?

Por favor
Sozinho eu não consigo.
Estou perdido
Neste labirinto
Chamado vida...

Ei, você,
Me ajuda, por favor,
Estou com medo
Muito medo
De continuar
E mais medo ainda
De parar...

Não seja egoísta
Me tira daqui...

Mas, por favor,
Seja rápida.
Eu não tenho muito tempo...

VANDER LEE



16 agosto 2008

CHICO BUARQUE



É FESTA!

RIA, SE PUDER

ERROS DE PORTUGUÊS 013/100

O RESULTADO DO JOGO, NÃO O ABATEU.

Não se separa com vírgula o sujeito do predicado. Assim:

O resultado do jogo não o abateu.

Outro erro:

O PREFEITO PROMETEU, NOVAS DENÚNCIAS.

Não existe o sinal entre o predicado e o complemento:

O prefeito prometeu novas denúncias.

MÃO LEVE

BOM MOTIVO

Uma amiga diz para a outra:

- Vou me separar...

- Por quê?

- Porque meu marido não sabe jogar pôquer!

- Mas você devia achar bom que ele não sabe jogar...

- Pois é... Ele não sabe jogar, mas joga!

BEBER

GOLEIRO

LUCRO

Nasci careca, pelado e sem dente. O que vier é lucro.

CAYMMI, É DOCE MORRER NO MAR









COMO SERÁ VOCÊ?

Como serão os seus olhos?
Verdes?
Azuis ou da cor do mel?
E seus cabelos?
Compridos ou curtos?
Seria você careca?

E seu andar?
Sensual?
provocante?

Como será você
Que irá me conquistar
E tomará as rédeas da minha vida...?

Como será você que vai preencher os vazios de meu coração?

Como você virá?
Voando como um anjo
Ou em uma vassoura de bruxa?
Virá cavalgando como uma amazona
Ou virá andando nas areias da minha praia favorita?

Ou simplesmente descerá de um ônibus?

Estou te esperando
Coração aberto
Sorriso largo
Aflito pelo seu carinho
Sedento de seu amor...

Não demore, mulher,
Não demore...

Não deixe passar os dias
Não deixe o tempo passar.
O momento é agora...

Venha me fazer feliz...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

PEQUIM 2008





César Cielo é ouro nos 50m livre e faz história na piscina do Cubo d'Água

Brasileiro conquista a primeira medalha dourada do país na natação

César Cielo Filho, touca cinza e óculos nas mãos, esperava na sala de aquecimento quando aquele sujeito de tronco desproporcional veio caminhando na sua direção de agasalho e medalha no peito.

- Tá vendo isso aqui? - disse Michael Phelps - Foi por um centésimo.

“Isso aqui”, no caso, era a medalha de ouro, a sétima de Phelps em Pequim, 13ª da carreira olímpica do fenômeno americano. Exatamente 13 medalhas de ouro a mais do que o Brasil tinha em 68 anos de natação nos Jogos.

César Cielo chegou à raia quatro com o peso de um país nas costas. O maiô grudadíssimo no corpo, o nervosismo diluído em tapas. O muito doido Césão ganharia ou perderia em frações. Os outros nadadores, todos, tocaram na água da piscina. Ele não. Estava absolutamente concentrado.



- Você pode ganhar por um centésimo. Ou perder por um centésimo - disse Michael Phelps.

O Brasil é capaz de comemorar décimos lugares, de beijar com ênfase medalhas de bronze. E não é por acaso. Entre o Oiapoque e o Chuí, ouro é minério olímpico escasso. Até ontem eram apenas 17 as medalhas douradas em verde-e-amarelo - desde a primeira, conquistada por Guilherme Paraense no tiro, em 1932. A número 18 estava por vir. Rápido. Muito rápido.

Foram 34 braçadas. Nenhuma respiração. Nos primeiros metros, Cielo pareceu estar atrás dos franceses Alain Bernard e Amaury Leveaux. No meio da prova, na eternidade daqueles dez segundos iniciais, era impossível dizer quem liderava. Seria Eamon Sullivan, o recordista mundial australiano? Ou o sul-africano Roland Schoeman?

Aquele mar de potentes braçadas e pernas batendo... misturava espuma e angústia. Nas arquibancadas, CÉSÃO se angustiava. CÉSÃO era, na verdade, uma fila de cinco pessoas formando um acróstico humano e elétrico. O “C”, ou César Cielo pai abraçava o “E”, Flávia, mãe, que balbuciava.

- Vai, vai...



O S (Raísa, amiga da família), o à (Matheus, outro amigo) e o O, a irmã Fernanda... se comprimiam. Os últimos metros estavam ali da piscina, logo à frente do CÉSÃO humano. A uns doze metros do fim, Cielo botou um braço na frente. A câmera subaquática captou num ângulo fugaz os dentes dentro de sua imensa boca aberta. Foi como se mostrasse o apetite olímpico do país inteiro.

Cielo estava realmente na frente. A fração de liderança empurrou o berro de torcedores, locutores, tantas gargantas país afora. Faltavam dois metros, um. Veio a trigésima-quarta braçada. Cielo bateu. Uma fração curtíssima precedeu a confirmação eletrônica. O Brasil era campeão olímpico numa piscina. Pela primeira vez.

Parecia improvável. Cielo arregalou os olhos dentro dos óculos e olhou para o placar. Viu o número 1 ao lado de seu nome. Vinte e um segundos e trinta centésimos - novo recorde olímpico. Em segundo lugar chegou Leveaux, quinze centésimos atrás (21s45). Em terceiro, Bernard (21s49). O oitavo colocado, o sueco Stefan Nystrand, cravou 21s72, 42 centésimos atrás de Cielo, menos de meio segundo, um piscar de olhos.




O brasileiro berrou. Afundou. Emergiu num grito. Sentou numa das bóias que marcava a raia. Afundou de novo. Sentou na outra, ergueu os dois braços e flexionou os bíceps qual incrível Hulk ou Phelps. Submergiu mais uma vez. Voltou à superfície cuspindo água... e começou a chorar. Seriam as primeiras lágrimas do dia.

Devagar ele saiu da piscina, ainda meio incrédulo e muito mais leve. Andava devagar, meio grogue, como se não acreditasse. Ao lado da piscina, a primeira entrevista para o repórter da TV Globo, Marcos Uchoa.

- Foi a melhor prova da minha vida. O melhor dia da minha vida.



Novas lágrimas. O segundo choro. Cielo deixou Uchoa e caminhou, algo atordoado, para o vestiário. Vinte minutos mais tarde, ele voltou, recomposto. Esboçou um sorriso. Caminhou firme até o pódio. Viu Alain Bernard receber seu bronze. Amaury Leveaux sorrir com a prata. E então subiu ao degrau mais alto. Recebeu o beijo e o buquê de flores do presidente da Confederação brasileira, Coaracy Nunes. As emoções pareciam sob controle.

Acenou, cruzou as mãos atrás do corpo, respirou fundo. Os acordes do hino brasileiro ecoaram pela primeira vez no Cubo D’Água. Cielo sorriu... ensaiou um “às margens plácidas”... mas no terceiro verso já estava chorando. E chorando copiosamente, emocionando a arquibancada e os dois sorridentes franceses ao seu lado. A cena comoveu o público. Começaram os aplausos. Que ficaram cada vez mais altos. Talvez vissem ali o choro de um garoto, e não o peso de um país nas costas, um país tão carente de medalhas - ou de medalhas de ouro em especial.

O terceiro choro de Cielo se estendeu até depois do hino. Ele deixou o pódio entre abraços, a realidade começando a descer de vez sobre seus ombros. Ele vai até perto da arquibancada e joga as flores que acabara de ganhar para a mãe Flávia. Flores que ela não largou mais. Ele era campeão olímpico, os anos de treino em água gelada, as competições infindas, as dores... tudo tinha valido a pena.

O Cubo d’Água sofreu uma invasão brasileira. Alguns nadadores da delegação quebraram o protocolo. Cercaram Cielo. Abraçaram Cielo.

- Césão, Césão, Césão!



Gustavo Borges, maior nadador brasileiro até então, invadiu junto. Abraçou longamente o vencedor. De repente, um celular.

- Cielo, é pra você.

Do outro lado da linha, outro presidente. O presidente da república. Cielo disse um alô assustado. Olhou para a arquibancada. Pegou uma bandeira do Brasil e pôs simbolicamente nas costas. Seu mundo tinha mudado em 21 segundos e 30 centésimos. O mundo da natação no Brasil tinha mudado em 21 segundos e 30 centésimos. A medalha de ouro brasileira em Pequim tinha deixado de ser um sonho. Em 21 segundos e trinta centésimos.



Cielo ainda choraria mais duas vezes. A quarta na entrevista coletiva. A quinta - uma hora e meia depois da prova, ao encontrar a família. O primeiro abraço foi no pai. O segundo, na mãe, durou longos 30 segundos. E terminou em lágrimas. Flávia tocou no rosto do filho. E o abraçou de novo, segurando ainda as flores que ganhara após a cerimônia. E então, alguém perguntou:

- Cadê a medalha?

E César Cielo, então, exibiu o ouro que levava para casa.

PAI (SÓ TEM UM)

Quando o Doutor César Cielo, meu chefe, apareceu na porta e se despediu, dizendo que estava indo para Pequim ver seu filho participar das Olimpíadas, deu uma pitada de inveja.

Sim, inveja da possibilidade de ir lá na China, do outro lado do mundo, onde eu aprendi que só chegaria se fosse fazendo um buraco no chão.

Quem é o Doutor César Cielo? Esse maluco aqui...



Mas, maluco? Não, ele não é maluco. Ele está feliz...

Quando ele saiu de Santa Bárbara d'Oeste duvido que imaginava que viveria os momentos de alegria que viveu com seu filho entrando para a história do esporte brasileiro.

Ele é privilegiado...



Eu sempre digo que, se meu filho vem me falar que não vai se dedicar aos estudos que garantirão seu futuro e vai se dedicar à natação, eu brigaria muito.

Ah, de jeito nenhum eu, de boa vontade, o apoiaria nessa empreitada. Que futuro teria ele?



E, de repente, aprendo uma lição.

Aquele sonho que tenho de ser feliz, ter qualidade de vida, ter meu lado emotivo mais vibrante (mais que a razão), pois é, o sonho da felicidade também está em meus filhos. Nos meus, nos seus, em todas as pessoas.



Alguns farão algo para ter sucesso. Não é preciso ganhar medalha de ouro, não. Basta ter sucesso em ser privilegiado quando perceber que seus sonhos se realizam.

Ver o por do sol. Ver o mar. Comprar um carro zero. Ser Presidente da República. Ser professor.

Os sonhos são pessoais. Quem é que poderia me impedir de realizar meu sonho? Eu mesmo...

E por que você quer impedir seu filho de realizar seus sonhos?



Parabéns Doutor César, pelo sucesso de seu filho, por entrar na história. Espero que esse sucesso seja parte de sua felicidade, senão o ápice.

Viva o momento, curta cada segundo, sinta intensamente essa emoção.

Eu falarei desse momento por muito tempo, afinal o fato está relacionado a mim, como morador em Santa Bárbara d´Oeste, como seu subordinado no Hospital, como amigo de pessoas que nadaram um dia ao lado de Cesinha, quando era apenas um moleque nas piscinas dos clubes da cidade.

Eu falarei o nome de seu filho, o Cesinha, medalhista de ouro. Mas também falarei o seu, verdadeiro Césão, o pai.

Parabéns...

15 agosto 2008

PINK FLOYD



PRESENÇA DE ANITA - CAPÍTULO 1

PARTE 1


PARTE 2


PARTE 3


PARTE 4


PARTE 5

VOU ME AFUNDAR

VÍRUS

Meus planos não são mais só meus
Agora eles te incluem
Incondicionalmente...

Como um ser microscópico
Você invadiu meus poros
Penetrou meu corpo
Contagiou meu sangue
Atingiu meu cérebro...

Agora, só penso em você...

Como me proteger?
Vacinas?
Remédios?

Mas, você é doença saudável.
Rejuvenesce, revigora,
Dá ânimo, força, coragem...

Agora quero derrubar muros
Construir castelos
Percorrer trilhas
Subir montanhas...

Mas, como toda doença,
Temo que vire um mal...

Tenho medo de perder a noção das coisas...

Meus planos te incluem
Espero reciprocidade...

Quando saírmos do coma
Vivos e fortes
Quem sabe poderemos ser felizes...

Como merecemos...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

ERROS DE PORTUGUÊS 012/100

PREFERIA IR "DO QUE" FICAR.

Prefere-se sempre uma coisa A outra:

Preferia ir a ficar.

É preferível segue a mesma norma:

É preferível lutar a morrer sem glória.

VIDA DURA

DEDICADO AOS MEUS COLEGAS DE TRABALHO...



MELHOR! DEDICADO A TODOS OS TRABALHADORES BRASILEIROS...

BOA DE CAMA

O cara pergunta:
- Manuel, sua mulher é boa de cama?

- Isto eu não sei... Uns dizem que sim, outros dizem que não...

RESISTENTE

PEQUIM 2008





CASAMENTO

Quando uma mulher se casa, está trocando a atenção de muitos homens pela desatenção de um só.

14 agosto 2008

FREJAT


PAPO DE GAROTOS

Primeiro garoto:
- O meu tio é padre. Todos chamam ele de santo!

Segundo garoto:
- Meu tio é Cardeal. Todos chamam ele de eminência!

Terceiro garoto:
- Pois meu tio tem um pau de trinta centímetros. Quando olham pra ele, todos dizem: Meu Deus!

FRANCO-ATIRADOR

Subi escadas
Cheguei ao mais alto nível geográfico
Neste prédio virtual...

Era uma cidade chamada Orkut...

No topo do prédio
Vi pessoas passando.
Iam, vinham,
Com suas fotos e perfis...

Bateram em minha porta
Eu abri, com prazer.
Em algumas eu bati
Mostrei meus versos poéticos...

Ambulante virtual...

Algumas pessoas me aceitaram
Outras, não,
Trancavam a porta, assustadas...

Fiz amizades importantes
Mas também criei ilusões...

Conheci pessoas que acham que sabem
Outras que sabem que sabem
Mas muitas que não sabem nem se sabem...

E eu, lá em cima, na cobertura,
Arma na mão
Fazia mira
E atirava...

Acertei algumas pessoas
Em outras passou raspando...

Algumas entenderam
Eu sou poeta
Sou Don Juan...

Outras, não.
Achavam que eu era ator
E que meus tiros eram de festim
E não machucariam...

Eu sou normal...

Derrubei muitas pessoas
Até que uma bala ricocheteou
E me acertou...

Bateu no coração...

Estou morrendo.
E nem sei onde vou parar:
Pasta temporária?
Lixeira?

Fui franco-atirador
Não tenho mais balas...

Mortalmente ferido
Só me resta uma saída:
Cometer orkutecídio...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

ERROS DE PORTUGUÊS 011/100

VAI ASSISTIR "O" JOGO HOJE.

Assistir como presenciar exige A:

Vai assistir ao jogo hoje.
À missa.
À sessão.

Outros verbos com A:

A medida não agradou (desagradou) à população.
Eles obedeceram (desobedeceram) aos avisos.
Aspirava ao cargo de diretor.
Pagou ao amigo.
Respondeu à carta.
Sucedeu ao pai.
Visava aos estudantes.

ANIMAIS

PENSE...

Você deve ser a mudança que gostaria de ver no mundo...

HUMOR

NATAÇÃO EM PEQUIM





MÉDICO

O médico é um profissional que garante que vai ver o paciente no dia seguinte, mas não garante que o paciente vá vê-lo.

SOL

Em dias nublados abra seu próprio sol.

César Cielo conquista a medalha de bronze nos 100 m livre



Enfim, saiu a primeira medalha da natação brasileira nos Jogos Olímpicos de Pequim. Na manhã desta quinta-feira (horário chinês), o paulista de Santa Bárbara d´Oeste César Cielo conquistou o bronze na disputa dos 100 metros livre, ao cravar a marca de 47s67 - ele chegou empatado com o norte-americano Jason Lezak, numa disputa emocionante.

A medalha de ouro ficou com o francês Alain Bernard, que estabeleceu o tempo de 47s21. O australiano Eamon Sullivan, que nas semifinais havia cravado o recorde mundial da modalidade (47s05), não conseguiu repetir o desempenho e ficou em segundo lugar, com 47s32.

A marca estabelecida por Cielo é o novo recorde sul-americano.

"Foi muito bom trazer a medalha de volta para o Brasil. É ótimo chegar ao pódio. Era para ser minha mesmo", disse Cielo - nas semifinais, ele fez 48s07 e não esperava chegar à decisão. Conseguiu a classificação em oitavo lugar.

Cielo, que antes de pular na piscina tem o ritual de dar tapas no peito, disse que espera voltar novamente ao pódio em Pequim. Ele ainda disputará a prova dos 50 metros livre, a competição mais rápida da natação.

"Graças a Deus consegui um ótimo resultado. Agora quero trazer outra medalha e conquistar o ouro nos 50 metros", disse o atleta, entre lágrimas. "Quero agradecer a todos que me ajudaram, principalmente ao Pinheiros e aos Correios. Foi muito bom trazer essa medalha para o Brasil."

13 agosto 2008

OLHE

Tão importante quanto decidir o que quer da vida é decidir o que não quer.

Prepare uma lista de coisas que não quer. Faça algo para não consegui-las. Permita-se renunciar a tudo na vida que não o faça feliz.

TECNOLOGIA

NO HOSPITAL

Na recepção do hospital, o repórter chega e diz:

- Por favor, gostaria de entrevistar o rapaz que o rolo compressor passou por cima dele... Em que quarto ele está?

- Cinco, sete e nove...

HUMOR NEGRO

FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS

Funcionários públicos: nunca tantos fizeram tão pouco em tanto tempo.

ERROS DE PORTUGUÊS 010/100

PORQUE VOCÊ FOI?

Sempre que estiver clara ou implícita a palavra razão, use POR QUE separado:

Por que (razão) você foi?
Não sei por que (razão) ele faltou.
Explique por que (razão) você se atrasou.

PORQUE é usado nas respostas:

Ele se atrasou porque o trânsito estava congestionado.

ACORDA, AMOR

Acorda, meu amor,
O sol já saiu
Os pássaros cantam
E você ainda dorme?

Vou abrir a janela
Para entrar luz
E iluminar seu corpo nu
Na cama...

Trouxe café
Seu suco preferido
A sua maçã...

Está tão linda
Deitada, assim,
Nua...

Seus cabelos soltos
Emolduram seu corpo
Esparramado na cama...

Seus olhos são lindos
Olhe para mim.
Faz-me lembrar do mar
Talvez o céu...

Acorda, meu amor,
Beija-me novamente.
Quero sentir seus lábios
Mais uma vez
Como senti à noite
Quando nos amamos...

Acorda, meu amor,
Mas não se cubra.
Não me prive de tanta beleza...

Faltarei ao trabalho
Não te deixarei ir embora.
Hoje seremos um do outro
Durante o dia
E até que a noite chegue...

Podemos conversar
Podemos fazer planos
Podemos voar...

Podemos nos amar...

Acorda, meu amor,
Vem namorar...

Acorda, vamos nos amar...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

VITÓRIA

OLHE BEM

Veja menos TV e mais POR-DO-SOL.

A estatística diz que assistimos quatro horas de TV por dia. Não é de admirar que não sobre tempo para atividades mais agradáveis e satisfatórias.

12 agosto 2008

ATENÇÃO

Não espere que alguém melhore sua vida. Tome a iniciativa de acender o fogo, em vez de ficar apenas por perto, na esperança de ser aquecido.

MENTOS COM COCA LIGHT

AMÉM

SOLIDÃO

COBRA!!!

SÓ RIA

OLHE

Tão importante quanto decidir o que quer da vida é decidir o que não quer.

Prepare uma lista de coisas que não quer. Faça algo para não consegui-las. Permita-se renunciar a tudo na vida que não o faça feliz.

ADOLESCENTES

A playboy é uma revista que os adolescentes compram para ler com as mãos.

FRASES

Quando você nasceu, três grandes dádivas foram-lhes concedidas:

- a da VIDA
- a do AMOR
- a do RISO

Aprenda a dividir com as outras pessoas. Elas se divertirão com você.

REGGAE

ERROS DE PORTUGUÊS 009/100

VENDAS À PRAZO

Não existe crase antes de palavra masculina, a menos que esteja subentendida a palavra moda.

Salto à (moda de) Luis XV.

Nos demais casos:

A salvo.
A bordo.
A pé.
A esmo.
A cavalo.
A caráter.

MELANCOLIA

Alguém me chama melancólico
Alguém me acha depressivo
E eu me sinto tão bem...

Será que é por que estou escutando Cazuza?
Será que é por que estou escutando Morrisey?
Me faz tão bem...

Eu não ligo para os outros e seus problemas
Já tenho os meus...

Não vejo melancolia nos outros
Não vejo depressão em ninguém
Por que vocês não me deixam em paz?

Deixem-me com minha melancolia e meu sofrimento...

Cuidem de suas vidas!
Da minha, eu cuido.
Se eu não resolvo meus problemas
Muito menos vocês conseguirão...

Meu caminho está marcado
Minha partida terá lágrimas
Mas isso é problema meu...

Por que vocês não me deixam em paz?

Obrigado
Mas hoje eu não quero a sua alegria
Eu não quero suas cores.
Hoje eu quero chorar...

E não vou mudar a música...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

DEPILAÇÃO MASCULINA

Estava eu assistindo TV numa tarde de domingo, naquele horário em que não se pode inventar nada o que fazer, pois no outro dia é segunda-feira, quando minha mulher deitou do meu lado e ficou brincando com minhas 'partes'.

Após alguns minutos ela veio com a 'brilhante' idéia: Por que não depilamos seus ovinhos, assim eu poderia fazer 'outras coisas' com eles.

Aquela frase foi igual um sino na minha cabeça. Por alguns segundos fiquei imaginando o que seriam 'outras coisas'. Respondi que não, que doeria coisa e tal, mas ela veio com argumentos sobre as novas técnicas de depilação e eu, imaginando as 'outras coisas', não tive mais como negar. Concordei.

Ela me pediu que ficasse pelado enquanto buscaria os equipamentos necessários para tal feito. Fiquei olhando para TV, porém minha mente estava vagando pelas novas sensações que só despertei quando ouvi o beep do microondas.

Ela voltou ao quarto com um pote de cera, uma espátula e alguns pedaços de plástico. Achei meio estranho aqueles equipamentos, mas ela estava com um ar de 'dona da situação' que deixaria qualquer médico urologista sentindo-se como residente.

Fiquei tranqüilo e autorizei o restante do processo. Pediu para que eu ficasse numa posição de quase-frango-assado e liberasse o acesso à zona do agrião. Pegou meus ovinhos como quem pega duas bolinhas de porcelana e começou a passar cera morna. Achei aquela sensação maravilhosa!

O Sr. Pinto já estava todo 'pimpão' como quem diz: 'sou o próximo da fila'! Pelo início, fiquei imaginando quais seriam as 'outras coisas' que viriam.

Após estarem completamente besuntados de cera, ela embrulhou ambos no plástico com tanto cuidado que eu achei que iria levá-Los para viagem. Fiquei imaginando onde ela teria aprendido essa técnica de prazer: na Tailândia, na China ou pela Internet mesmo?
Porém, alguns segundos depois ela esticou o saquinho para um lado e deu um puxão repentino. Todas as novas sensações foram trocadas por um sonoro PUUUUTA QUEEEE ME PARIUUUUUUU quase falado letra por letra.

Olhei para o plástico para ver se o couro do meu saco não tinha ficado grudado. Ela disse que ainda restavam alguns pelinhos, e que precisava passar de novo. Respondi prontamente: Se depender de mim eles vão ficar aí para a eternidade!
Segurei o Dr. Esquerdo e o Dr. Direito com as duas mãos, como quem segura os últimos ovos da mais bela ave amazônica em extinção, e fui para o banheiro.
Sentia o coração bater nos ovos.

Abri o chuveiro e foi a primeira vez que eu molhei o saco antes de molhar a cabeça. Passei alguns minutos só deixando a água gelada escorrer pelo meu corpo.

Saí do banho, mas nesses momentos de dor qualquer homem vira um bebezinho novo: faz merda atrás de merda. Peguei meu gel pós-barba com camomila 'que acalma a pele', enchi as mãos e passei nos ovos.

Foi como se estivesse passado molho de pimenta. Sentei no bidê na posição de 'lava xereca' e deixei o chuveirinho acalmar os Drs. Peguei a toalha de rosto e fiquei abanando os ovos como quem abana um boxeador no 10° round.

Olhei para meu pinto. Ele, coitado, tão alegrinho minutos atrás, estava tão pequeno que mais parecia irmão gêmeo de meu umbigo.

Nesse momento minha mulher bate à porta do banheiro e pergunta se estava passando bem. Aquela voz antes tão aveludada e sedutora ficou igual uma gralha.

Saí do banheiro e voltei para o quarto. Ela estava argumentando que os pentelhos tinham saído pelas raízes, que demorariam voltar a nascer. "Pela espessura da pele do meu saco, aqui não nasce nem penugem, meus ovos vão ficar que nem os das" 'codornas', respondi.

Ela pediu para olhar como estavam. Eu falei para olhar a meio metro de distância e sem tocar em nada e se ficar rindo vai entrar na PORRADA!!

Vesti a camiseta e fui dormir (somente de camiseta). Naquele momento sexo para mim, nem para perpetuar a espécie humana. No outro dia pela manhã fui me arrumar para ir trabalhar. Os ovos estavam mais calmos, porém mais vermelhos que tomates maduros.

Foi estranho sentir o vento bater em lugares nunca antes visitados. Tentei colocar a cueca, mas nada feito. Procurei alguma cueca de veludo e nada. Vesti a calça mais folgada que achei no armário e fui trabalhar sem cueca mesmo.

Entrei na minha seção andando igual um cowboy cagado. Falei bom dia para todos, mas sem olhar nos olhos. E passei o dia inteiro trabalhando em pé com receio de encostar os tomates maduros em qualquer superfície.

Resultado, certas coisas devem ser feitas somente pelas mulheres. Não adianta tentar misturar os universos masculino e feminino.

Ainda dói!

11 agosto 2008

OVNIS - UFOS - DISCOS VOADORES

PALITINHO

TEMPESTADE

Quem semeia vento, colhe tempestade. Tem gente que semeia tempestade.

ESPERANDO AVIÕES

ERROS DE PORTUGUÊS 008/100

ENTRAR DENTRO

O certo: entrar em.

Veja outras redundâncias:

Sair fora (ou para fora).
Elo de ligação.
Monopólio exclusivo.
Já não há mais.
Ganhar grátis.
Viúva do falecido.

ANIMAIS

Lábios
Semi-abertos
Línguas
Curiosas...

Como animais
Abraçados, jogados,
Mordidas, carinhos, gritos,
Encaixes e procuras
Idas e vindas
Corpos
Encontros...

Roupas
Testemunhas solitárias
Abandonadas no chão...

Emoções
Repetem-se
Cada vez mais intensamente...

Gritos
Gemidos
Olhos se fecham
Corpos se retraem
Sorrisos
Prazer...

Orgamos...

O cheiro
A vontade...

Os corpos
À vontade...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

08 agosto 2008

07 agosto 2008

...



ERROS DE PORTUGUÊS 007/100

"Há" dez anos "atrás".

Há e atrás indicam passado na frase.
Usa-se apenas:

Há dez anos.

ou

Dez anos atrás.

ERROS DE PORTUGUÊS 006/100

Entre "eu" e você.

Depois de preposição, usa-se mim ou ti.

Entre mim e você.
Entre eles e ti.

UAIDOIUANAQUILME?

FANTASMA



NIGHTWISH

INEBRIADO

Que delícia
Vê-la saindo do mar...

Inebria-me...

O reflexo
De gotas que caem de seus cabelos
Iluminadas pela luz do sol
Ofuscam minha visão...

As gotas caem em seus olhos
Te fazem piscar...

Mais reflexos...

Suas mãos nos cabelos
Tiram o excesso de água salgada.
Há um sorriso.
Ah. O sorriso...

Lindo...

A malícia
Quando se enxuga com a toalha
Mostra beleza:
Seu corpo...

Perfeito...

Você brinca
Nos seios
Na barriga
Em todo o corpo...

Maravilhoso...

O seu olhar me encara.
Seus passos em minha direção
Seus braços me enlaçam...

Seu beijo...

Só tenho uma coisa a te falar:
- Eu te amo...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

06 agosto 2008

ESPELHOS

OLHOS DE CHICO

POR QUE A FERRADURA É SÍMBOLO DE BOA SORTE?

Há registros de que esse objeto já era considerado um amuleto poderoso desde a Grécia antiga. Primeiro, porque era feito de ferro, elemente que os gregos acreditavam proteger contra todo mal. Além disso, seu formato lembrava a Lua Crescente, símbolo de fertilidade e prosperidade.

Os romanos, herdeiros de boa parte das tradições gregas, adotaram também essa superstição e a passaram adiante.

Os cristãos europeus, por sua vez, creditam sua origem a São Dunstan de Canterbury (924-988), monge e arcebispo inglês conhecido como grande estudioso da metalurgia, tendo aperfeiçoado as técnicas de fabricação de sinos - além de ser músico e pintor. Segundo a lenda, Dunstan teria colocado ferraduras no próprio demônio e somente as retirou depois de ouvir a promessa do capeta de que nunca mais se aproximaria do objeto.

A tradição manda colocar a ferradura no alto da porta, com as pontas viradas para cima, se não a sorte vai embora. Mas há países, como a Espanha, em que acredita-se que a ferradura deve apontar para baixo, para que a sorte se espalhe por toda a casa.

05 agosto 2008

TRADUÇÕES TOSCAS

Tradução 1


Tradução 2


Tradução 3

APRENDENDO INGLÊS 005/500

Em inglês:

ENEMY / FRIEND

An ENEMY is the opposite of a FRIEND.


Tradução:

INIMIGO / AMIGO

Um INIMIGO é o oposto de um AMIGO.

APRENDENDO INGLÊS 004/500

Em inglês:

CHICKEN / CORN / FOOD

Everebody knows that the best FOOD for CHICKENS is CORN.


Tradução:

GALINHA / MILHO / ALIMENTO

Todo mundo sabe que o melhor ALIMENTO para as GALINHAS é o MILHO.

APRENDENDO INGLÊS 003/500

Em inglês:

DUCK/WATER

DUCKS love WATER.


Tradução:

PATO/ÁGUA

PATOS adoram ÁGUA.

A LETRA I

ERROS DE PORTUGUÊS 005/100

PARA "MIM" FAZER.

Mim não faz, porque não pode ser sujeito. Assim:

Para eu fazer.
Para eu dizer.
Para eu trazer.

ERROS DE PORTUGUÊS 004/100

"EXISTE" MUITAS ESPERANÇAS.

Existir bastar, faltar, restar e sobrar admitem normalmente o plural:

Existem muitas esperanças.
Bastariam dois dias.
Faltavam poucas peças.
Restaram alguns objetos.
Sobravam dúvidas.

ERROS DE PORTUGUÊS 003/100

"HOUVERAM" MUITOS ACIDENTES.

Haver, como existir, também é invariável:

Houve muitos acidentes.
Havia muitas pessoas.
Deve haver muitos casos iguais.

04 agosto 2008

OS QUATIS

MUSIQUINHA DO GÁS

Tava pensando com meus botões.

Em qual pais se usa uma música clássica para vender gás? Só no Brasil isso é possível...

Já pensou um alemão no Brasil? O cara, tranquilão, andando na rua, e vem aquele caminhão cheio de gás, tocando "Fur Elise" do Beethoven, que ele, alemão como o compositor, conhece muito bem.

O alemão diz:

- Que cultura! Esses brasileiros são foda!!! Se pra vender gás eles usam uma música clássica, imagina o que eles escutam em seus lares!!!

Imagina o que o alemão dirá quando voltar à sua terra natal...

(Só pra constar: o que você escuta em sua casa?)

MUSIQUINHA DO GÁS

POR QUE A FERRADRA É SÍMBOLO DE BOA SORTE?

Há registros de que esse objeto já era considerado um amuleto poderoso desde a Grécia antiga. Primeiro, porque era feito de ferro, elemente que os gregos acreditavam proteger contra todo mal. Além disso, seu formato lembrava a Lua Crescente, símbolo de fertilidade e prosperidade.

Os romanos, herdeiros de boa parte das tradições gregas, adotaram também essa superstição e a passaram adiante.

Os cristãos europeus, por sua vez, creditam sua origem a São Dunstan de Canterbury (924-988), monge e arcebispo inglês conhecido como grande estudioso da metalurgia, tendo aperfeiçoado as técnicas de fabricação de sinos - além de ser músico e pintor.

Segundo a lenda, Dunstan teria colocado ferraduras no próprio demônio e somente as retirou depois de ouvir a promessa do capeta de que nunca mais se aproximaria do objeto.

A tradição manda colocar a ferradura no alto da porta, com as pontas viradas para cima, se não a sorte vai embora. Mas há países, como a Espanha, em que acredita-se que a ferradura deve apontar para baixo, para que a sorte se espalhe por toda a casa.

PIADA

Dona Joaquina leva sua jovem filha Manuela ao velho médico da família:

- Doutoire, a pobrezinha tem dores terríveis quandu fica menstruada. Sofre tanto qui nem consegue dormire...

O médico examina a garota e conclui:

- O problema de sua filha só vai ser resolvido com um coito!

- É mesmu, doutire? E o sinhoire pode cuidar disso?

- Eu? Não tenho condições de fazer isso... Estou muito velho...

- Conheces outro médico que possa resolver o problema?

- Sim... Pedro, meu assistente, pode dar um jeito...

O doutor chama o assistente, que vai pra trás do biombo com a portuguesinha. De repente, escutam:

- Ahhhh... ai... u... ahhhh. uffff! ahhhhh...

E dona Manuela:

- Minha Nossa Senhora! Se não soubesse que é um coito, imaginaria que o gajo está a fodê-la!

OCEANO

COMO SE FAZ PARA MANTER UM AMOR?

Uma mãe e a sua filha estavam a caminhar pela praia e num certo ponto, a menina disse:

- Como se faz para manter um amor?

A mãe olhou para a filha e respondeu:

- Pega num pouco de areia e fecha a mão com força...

A menina assim fez e reparou que quanto mais forte apertava a areia com a mão com mais velocidade a areia se escapava.

- Mamãe, mas assim a areia cai!!!

- Eu sei, agora abre completamente a mão...

A menina assim fez mas veio um vento forte e levou consigo a areia que restava na sua mão.

- Assim também não consigo mantê-la na minha mão!

A mãe, sempre a sorrir disse-lhe:

- Agora pega outra vez num pouco de areia e mantém-na na mão semi aberta como se fosse uma colher... bastante fechada para protegê-la e bastante aberta para lhe dar liberdade...

A menina experimenta e vê que a areia não se escapa da mão e está protegida
do vento.

- É assim que se faz durar um amor... "Se você quer muito alguma coisa, deixe-a livre. Se ela voltar será sua para sempre, se não, é porque nunca foi sua de verdade." A liberdade é o espaço que a felicidade precisa.
Mulher camiseta de político:
É aquela que você tem até vergonha de usar, usa quando não tem nenhuma outra, tem certeza que ninguém vai ver e mesmo assim se sente mal. É o tipo de camiseta que você nem sabe como conseguiu.

Mulher camiseta de banda:
Você adora aquela camiseta, usa o tempo todo em casa, mas não serve pra receber visitas e muito menos para ir ao shopping.

Mulher camiseta de infância:
Você é totalmente apegado a ela, nem serve mais, mas mesmo assim você não consegue doar.

Mulher camisa:
Usa só no ambiente de trabalho e quando tem reunião troca por uma bem mais bonita.

Mulher camiseta nova:
Você fica obcecado por ela, só pensa nela, não vê a hora de usa-lá, até usa outras mas sempre pensando na hora de usar ela. Mas depois de um tempo você conhece outra melhor, mais bonita e que te sirva melhor.

Mulher camisa social:
É linda, você fica perfeito com ela, mas não veste bem, sempre tem algo que incomoda, portanto você sempre deixa guardada para algum evento social.
Mulher camiseta esportiva: Só serve pra brincar de bola.

Mulher camiseta machão:
Sempre tem alguma a disposição mas mesmo assim você nunca usa. É a preferida de caminhoneiros.

Mulher camiseta regata:
É ótima no calor do momento mas quando esfria você logo troca por uma com uma manga maior.

Mulher camiseta favorita:
Essa é aquela que você usa o tempo todo, não empresta nunca, servindo ou não você sempre faz um esforço para sair com ela, nem pensa em doar e não importa o quão furada, manchada ou velha ela esteja você sempre vai ama-lá.

03 agosto 2008

BEATLES

Parte 1


Parte 2


Parte 3

15 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE OS BEATLES

1) No filme "O selvagem da motocicleta", o ator Lee Marvin refere-se às garotas motociclistas como "beetles". O adolescente John Lennon assistiu ao filmee e decidiu que sua banda teria o nome "Beatles".

2) A banda começou tocando em um clube alemão, sob o comando do empresário Bruno Korschnider. O nome do clube era Indra e tinha um elefante grande voltado para a rua para simbolizar a Índia. Eles tocaram lá por quase um ano. Moraram nos fundos de um velho cinema, o Bambi Kino. O quarto ficava numa antiga lojinha e não havia nada além de paredes de concreto. Nem aquecimento. Eram apenas dois beliches, sem cobertas. A região era cheia de travestis, prostitutas e gângsteres.

3) John Lennon e Paul McCartney aprenderam a tocar piano com a mesma professora.

4) Ringo Starr começou sua carreira como Richard Starkey. Quando estava na banda Skiffle, o líder Rory Storm o apelidou de "Rings" porque o músico estava sempre usando muitos anéis (ring em inglês). Storm mudava às vezes o nome para Ringo para que soasse como um caubói e a idéia pegou.

5) "Let it be" foi o último disco lançado pelos Beatles. Em 1969, os Beatles tocaram ao vivo pela última vez, em cima do prédio da gravadora Apple, em Londres.

6) No dia 31 de dezembro de 1970, os integrantes da banda ssinaram os papéis do "divórcio" legal e oficial dos Beatles. Mas a separação foi anunciada bem antes, em 10 de abril daquele ano.

7) No dia 8 de dezembro de 1980, John Lennon foi assassinado a tiros pelo fã Mark Chapman, em Nova York. Seu filho, Julian, tinha 17 anos na época, a mesma idade que John tinha quando sua mãe morreu assassinada por um motorista bêbado.

8) Já foram lançadas quase 400 biografias dos Beatles.

9) Em Liverpool, há uma tradição de se reunir bandas covers dos Beatles. O fim de agosto marca o auge e a cidade é invadida por cerca de 200 grupos que se revezam em 30 diferetes palcos.

10) As iniciais LSD no título de "Lucy in the sky with diamonds" (1967) fez com que se acreditasse que a música era uma referência ao ácido lisérgico. Por isso, sua execução foi proibida em várias partes do mundo. Mas tanto o título quanto a letra não tinham nenhuma relação com a droga: foram inspirados num desenho do filho mais velho de John.

11) "A day in the life" (1967) foi a primeira música que a banda gravou com uma orquestra sinfônica. Mas para diminuir a seriedade, distribuíram carecas de palhaços, serpentinas e chapéus para os músicos.

12) Ringo Starr sangrou as mãos durante a gravação de "Helter Skelter" (1968). Charles Manson, um psicopata, e seu bando escolheram-na como hino e culparam a letra pelos assassinatos que cometeram em 1969.

13) "Let it be" (1970) surgiu de um sonho que a mãe de Paul, já falecida, lhe dizia: "Vai dar tudo certo".

14) Paul McCartney sonhou com a melodia de "Yesterday" (1965). Seu título provisório foi "Scrambled eggs" (Ovos mexidos) e a banda passou um bom tempo sem fazer nada com a música. Hoje é a canção mais tocada de todos os tempos, tendo sido executada nos Estados Unidos mais de 6 milhões de vezes.

15) Paul fez a música "Hey Jude" (1968) para Julian, filho de John. Foi o compacto de maior sucesso dos Beatles - e vendeu 5 milhões de cópias no mundo em apenas 6 meses. Nos Estados Unidos, ficou 9 semanas em primeiro lugar.

ZÉ GERALDO



Ainda bem que me restou o seu sorriso, que me alumia a alma e me acalma quando eu preciso...

Quando a gente acha que tudo está perdido é que a gente aprende que nunca tudo está perdido...

PEGADINHAS

1)Por que o tubarão ficou chocado?
2) O que é, o que é: voa por suas forças, mas se tirarmos uma letra só voará com motor?
3) Qual é o cúmulo da bondade?
4) O que o galo gay foi fazer na delegacia?
5) Por que o professor usava óculos escuros dentro da classe?
6) O que foi que um bandido disse para o outro durante uma festa junina?
7) Qual é a primeira coisa que o papagaio faz no chão num dia de sol?
8) Em que um professor e um termômetro se assemelham?
9) Por que a macaca quebrou o vidro da janela?
10) O que é um pontinho preto no avião?



Respostas:



1) Porque comeu um peixe elétrico.
2) "g" avião.
3) Roubar uma galinha e levar os pintinhos para eles não ficarem com saudade.
4) Foi soltar a franga.
5) Porque seus alunos eram muito brilhantes.
6) Vamos formar uma quadrilha?
7) Sombra.
8) Às vezes, ambos dão zero.
9) Para dar "mais caquinho".
10) Uma "aeromosca".

APRENDENDO INGLÊS 002/500

Em inglês:

CENTURY / YEARS

A CENTURY has one hundred YEARS.


Tradução:

SÉCULO / ANOS

Um SÉCULO tem cem ANOS.

ACHMED - O TERRORISTA MORTO

A LUA, A PRAIA E NÓS

A brisa do vento
Neste início de noite
Levanta seus cabelos
E te deixa muito mais bonita...

A lua
No horizonte
Começa a surgir...

Cheia...

Você ao meu lado
Caminhando
De mãos dadas
Lentamente
Emudecidos pela força da natureza...

Seus olhos fixam a lua
Refletida nas águas do mar...

Seus olhos brilham...

Em quê você pensa?
Tão serena
Tão linda
Tão feliz...

Nossos passos
Lentos
Deixam rastros...

Mãos dadas...

Cai uma lágrima de meu olho.
Não é cisco
Nem é tristeza...

É alegria...

Meus sonhos se realizam
Um a um...

Quero você
Quero a praia
O vento no rosto
A lua, as ondas...

Quero andar na praia, de mãos dadas
Numa noite de lua cheia...

Isso é amor...

Autor: Jorge Leite de Siqueira

ERROS DE PORTUGUÊS 002/100

"FAZEM" cinco anos.

Fazer, quando exprime tempo, é impessoal:

Faz cinco anos.
Fazia dois séculos.
Fez quinze dias.

Dez mitos sobre dietas

Muitos mitos você com certeza já deve ter ouvido e talvez até possa acreditar, mas o fato é que não correspondem à realidade. Aqui vão ...