27 agosto 2010

SHOW - FRANK SINATRA AO VIVO










MY WAY

And now the end is near
And so I face the final curtain
My friend, I'll say it clear
I'll state my case of which I'm certain

I've lived a life that's full
I traveled each and every highway
And more, much more than this
I did it my way

Regrets, I've had a few
But then again, too few to mention
I did what I had to do
And saw it through without exemption

I've planned each charted course
Each careful step along the byway
And more, much more than this
I did it my way

Yes there were times, I'm sure you knew
When I bit off more than I could chew
But through it all when there was doubt
I ate it up and spit it out

I faced it all and I stood tall
And did it my way

I've loved, I've laughed and cried
I've had my fill, my share of losing
And now as tears subside
I find it all so amusing

To think I did all that
And may I say, not in a shy way
Oh no, oh no, not me
I did it my way

For what is a man, what has he got?
If not himself, than he has naugth
To say the things he truly feels
And not the words of one who kneels

The record shows, I took the blows
And did it my way

TRADUÇÃO


MEU JEITO

E agora o fim está próximo
Então eu encaro o desafio final
Meu amigo, Eu vou falar claro
Eu irei expor meu caso do qual tenho certeza

Eu vivi uma vida que foi cheia
Eu viajei por cada e todas as rodovias
E mais, muito mais que isso
Eu fiz do meu jeito

Arrependimetos, eu tive alguns
Mas então, de novo, tão poucos para mencionar
Eu fiz, o que eu tinha que fazer
E eu vi tudo, sem exceção

Eu planejei cada caminho do mapa
Cada passo, cuidadosamente, no correr do atalho
Oh, mais, muito mais que isso
Eu fiz do meu jeito

Sim, teve horas, que eu tinha certeza
Quando eu mordi mais que eu podia mastigar
Mas, entretanto, quando havia dúvidas
Eu engolia e cuspia fora

Eu encarei tudo e continuei de pé
E fiz do meu jeito

Eu amei, eu ri e chorei
Tive minhas falhas, minha parte de derrotas
E agora como as lágrimas descem
Eu acho tudo tão divertido

Em pensar que eu fiz tudo
E talvez eu diga, não de uma maneira tímida
Oh não, não, não eu
Eu fiz do meu jeito

E pra que serve um homem, o que ele tem ?
Se não ele mesmo, então ele não tem nada
Para dizer as coisas que ele sente de verdade
E não as palavras de alguém que se ajoelha

Os registros mostram, eu recebi as pancadas
E fiz do meu jeito

24 agosto 2010

POESIA 1906 – COMA ESPIRITUAL

Sentado
Olho as pessoas na rua
Passam apressadas
Não me notam...

Nem sei se quero ser notado...

Bebo café
Como tapioca
E procuro ver sentido nisso...

Comer para viver...

Dessa certeza vêm as minhas dúvidas:
Viver para quê?
Viver numa rotina daninha
Onde as horas passam
À espera de um final
Que virá, com certeza,
Para todos nós
Amém...

E eu, aqui, sentado,
Bebendo café
Comendo tapioca
E esperando a morte...

Gostaria de aproveitar mais a vida
Fazer coisas que me dessem prazer:
Ir à praia
Andar por muitos lugares
Ser livre...

Sou livre, tudo bem,
Mas, livre dentro de uma sociedade doente.
Solto, mas cheio de algemas...

Tenho que ser rico!
Casar!
Deixar herança!

Mas, isso não me dá prazer...

O que fazer, então?
Beber café e esperar a morte?
Chutar o balde pra derramar o leite?
Jogar a tapioca no lixo?

Eu tenho dúvidas.
Eu tenho muitas dúvidas.
Não sei o que fazer
Não quero saber o que fazer
E não farei o que tenho de fazer para saber o que fazer...

Isso é ser ignorante...

Eu podia virar crente!
Ou criar uma instituição beneficente!
Mas, nem isso eu quero fazer...

Isso não me dá prazer...

Ir pro céu?
Já pensou que coisa ridícula?
Rezar todos os dias
Vestir-se bem bonitinho
Ter vizinhas beatas...

Não é isso que eu quero...

Ajudar ao próximo?
Não sei fazer isso
Não tenho compaixão
Sou egoísta...

Não faço o mal, mas também não faço o bem...

Amor?
O amor me cura!
Mas, o amor maltrata...

O amor é sofrimento...

Bebidas?
Diversão?
Drogas?
Paliativos...

Vou pôr mais café no copo
A tapioca acabou
E ainda continuo em coma...

Coma espiritual...

Sempre quis ser andarilho
Mas, me taxarão de louco
Não quero ser estorvo pros filhos...

Em meu coma
Penso numa longa estrada
Milhares de quilômetros
Montanhas, campos,
Serras...

Imagino-me sempre seguindo em frente...

Vento na cara
Encontro com o sobrenatural
Sol, chuva, sombra das árvores,
Cósmico...

Não penso nos males: assaltos, violência, doenças...

Mas, o café está esfriando,
Preciso continuar a viver
E fazer o corpo funcionar...

O coma espiritual continua
Não sei até quando
Nem por quê
Mas, acredito que um dia darei risadas disso tudo...

Espero que isso aconteça muito em breve...

Café frio é horrível!
E sem tapioca, ainda...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

JOHN LENNON

POESIAS DA SEGUNDA

1904 - PORTA ABERTA DEMAIS

Que vontade de sumir
Ir embora
Pra bem longe
Distante o bastante
De tudo
De todos...

Que vontade de ir e nunca mais voltar...

Mas, a porta está aberta demais
Tão aberta
Que a emoção se foi...

Por isso, resolvi ficar
Sentado nessa poltrona
Esperando...

Esperar é o que me resta...




1905 - VOU FUGIR DE CASA

Estou sem nada pra fazer
Acho que vou fugir de casa
Só por brincadeira...

Agora
Aos quarenta e cinco anos
Vou fugir de casa...

E se mamãe não for me procurar?
E se papai não sentir minha falta?
E se meus filhos sorrirem?

Não!
Não vou fugir!
Prefiro a dúvida do amor
Que a certeza do desprezo...




JORGE LEITE DE SIQUEIRA

23 agosto 2010

DOCUMENTÁRIO: REENCARNAÇÃO

POESIAS DE UMA NOITE DE DOMINGO

1895 – PERDIDO

Fotos em preto e branco
Café puro, quente,
Cadeira vazia
Poeira nos móveis...

Parece casa de solteiro...

Olho, não vejo,
Não há saída
Mesmo a porta estando aberta...

Talvez a chave esteja do outro lado...

Chuva
Igreja vazia
Bares cheios
Sorrisos, alegria,
Bebida...

Segue em frente! Segue!
Não olhe para trás!
O passado não existe...

Nem o futuro...

Na verdade?
Nem o presente...

O cão encara o gato
Não o ataca
É tempo perdido...

Sapatos molhados
Camisa molhada
Calça encharcada...

Café quente
Mesa vazia
Cadeira molhada...

Voltei
Nunca deveria ter saído...

Só não sei onde estou...




1896 – INCENSO (ESPÍRITO)

Fios
Cabelos em mim
Plugados
Virtualismo espiritual
E respiro
Ando...

Ando, e me encontro
Nos passos
No acaso
Das pegadas
Que não ficam para trás...

Deixo apenas o cheiro...

Fios queimados
Incensos de neurônio...

Minha vida se esvai...




1897 – SEGREDOS ESCOLHIDOS

Segredos
Metem-me medo
Por tê-los
Ou cometê-los...

Por conhecê-los...

A ignorância de viver me vislumbra
A violência de ser me assusta
A inocência de ter me cativa
O medo de morrer me aprisiona...

Antes que me digas
Calo-te a boca
Com um tapa
Ou um beijo...

A escolha é sua...




1898 – OBRIGADO A FUGIR

A música parou.
Larguei sua mão
Voltei à minha cadeira.
Temi te encarar...

Sabia dos riscos...

Temi me apaixonar
Fugi de ti
Tornei-me covarde
Eternamente...

O amor me obriga a fugir
Não entendo
Se há lógica nisso tudo...

Parece que esmurro um espelho...




1899 – CEGO POR VOCÊ

O frio me incomoda,
O calor também.
A vida, nem me fale...

Viver é perigoso...

Não quero morrer
Não quero partir ainda
Quero ser feliz...

Não sei o que é a felicidade...

Meus momentos mais felizes foram ao seu lado.
Os ruins, também.
E a solução?
Sabes de tudo?
Responda-me...

Resolva minha vida, meu futuro,
Ensine-me a andar
Mostre-me como se respira sem remédios...

Leve-me onde quiseres
Pegue minhas mãos
Leve-me.
Estou cego
Por você...

Só você não vê...

E consigo te enxergar tão bem
Mesmo longe...

Você furou meus olhos
Cegou-me
E me mostrou no espelho
Algo mais que meu rosto...

O amor?




1900 – SILÊNCIO

Gostaria de viver
Sem motivos
Apenas viver
Sem respostas
Nem perguntas
As perguntas
Que escuto
E me faço
Inconscientemente
Quando durmo
Ou penso
Ou apenas olho
O sol
Um pássaro...

Qualquer coisa...

Quero as respostas
As perguntas
Ou a ausência de ambas...

Procuro em seu silêncio...




1901 – ALGEMAS DUPLAS

Seu olhar está triste.
Você sofre.
Acho que você se apaixonou...

Não bastava apenas eu?

Não!
Você tinha que fazer isso.
Pior
Sabia que não podia
Suas algemas são mais grossas que as minhas...

E nem tenho as chaves das minhas...




1902 – ABSURDOS

Não sonho mais.
Agora são só pesadelos...

Lembro-me, eu voava,
Leve,
Ia ao encontro das nuvens
Brincava de ser anjo...

Hoje não sonho mais...

Já fui Deus, eu lembro,
Hoje não sou nada,
Nem eu mesmo...

E sou tão raro...

Estou tão perdido
Mas, estou bem,
Absurdamente bem
Que nem parece...




1903 – ACORDADO

Não quero dormir
Fechar os olhos
E morrer...

Mesmo que temporariamente...

Viver não me dá prazer.
Mas, e morrer?
Dormir não me dá prazer...

Deixe-me acordado...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

21 agosto 2010

POESIA 1894 – TORPEDOS

Estou te esperando.
Pedi um churrasquinho
Uma Skol.
Vem logo...

Cadê você?
Bebi a Skol
Comi o churrasco
E você ainda não chegou...

Vou repetir.
Pedi outra Skol
Mais um churrasco
Agora, de frango...

Pedi mais uma Skol.
Ta gelada
Gostosa...

Vou beber só mais uma
Se você não aparecer
Eu vou embora...

Estou indo.
Vou andando, não vou de ônibus.
Boa noite.
Tchau...

Mais uma vez você não veio...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

POESIA 1893 – O QUE EU QUERO?

Eu não quero a felicidade.
Eu quero algo
Até pode ser a felicidade
Mas, não é, especificamente,
A felicidade...

Não sei o que é...

Você é a felicidade?
Você é a minha busca?
Do jeito que sonho?
Poeticamente, sonho?

E se não for...?

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

POESIA 1892 – INCOMPREENSÃO

São três horas
O dia está maravilhosamente ensolarado
Sem calor
Nem frio.
Não tenho dívidas
Nem preocupações
Mas, me falta algo...

Por dentro...

Fico estranho
Sem ânimo
Sem inspiração
Triste
Esquisito...

Desculpe-me
Se te falo assim
Mas, você é a única com quem converso...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

SONHO DE CONSUMO

MICHAEL JACKSON - GHOST


Michael Jackson - Ghost
Enviado por Leo59. - Ver os últimos vídeos de musica em destaque

ESSES HOMENS!!!





ESSES ANIMAIS!!!





PRESTEM ATENÇÃO NOS AVISOS DOS ETS...


ELEIÇÕES 2010

20 agosto 2010

IÇAMI TIBA

1. A educação não pode ser delegada à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.

2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar com internet, som, tv, etc...

3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo.

4. É preciso confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas.

5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem.

6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa... Se o pai determinar que não haverá um passeio, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinquente.

7. Em casa que tem comida, criança não morre de fome . Se ela quiser comer, saberá a hora. E é o adulto quem tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.

8. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender.

9. É preciso transmitir aos filhos a ideia de que temos de produzir o máximo que podemos. Isto porque na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio: não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar 7,0.

10. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer. E o prazer é inconsequente.

11. A gravidez é um sucesso biológico e um fracasso sob o ponto de vista sexual.

12. Maconha não produz efeito só quando é utilizada.

13. A mãe é incompetente para 'abandonar' o filho. Se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria. Como sabe que a mãe está sempre ali, não a respeita.

14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame, as saídas, ficarão suspensas, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo.

15. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo.

16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. Se ganhou o carro após o vestibular, ele o perderá se for mal na faculdade.

17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite. Nunca.

18. Muitas são desequilibradas ou mesmo loucas. Devem ser tratadas. (palavras dele).

19. Se a mãe engolir sapos do filho, ele pensará que a sociedade terá que engolir também.

20. Videogames são um perigo: os pais têm que explicar como é a realidade, mostrar que na vida real não existem 'vidas', e sim uma única vida. Não dá para morrer e reencarnar. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.

21. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança. Não pode apenas bater cartão.

22. Pais e mães não pode se valer do filho por uma inabilidade que eles tenham. 'Filho, digite isso aqui pra mim porque não sei lidar com o computador'. Pais têm que saber usar o Skype, pois no mundo em que a ligação é gratuita pelo Skype, é inconcebível pagarem para falar com o filho que mora longe.

23. O erro mais frequente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.

24. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família.

25. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que mostrar qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto isso (seus supostos luxos) incrementará o gasto final.

26. Dinheiro 'a rodo' para o filho é prejudicial. Mesmo que os pais o tenham, precisam controlar e ensinar a gastar.

Frase: "A mãe (ou o pai!) que leva o filho para a igreja, não vai buscá-lo na cadeia..."

(Recebi por email, não comprovei veracidade dos fatos)

E NEYMAR FICOU... INCRÍVEL!!!!





MINHA MÃE MANDOU EU ESCOLHER ESSA DAAAAAQUI...






DOCUMENTÁRIO: NIRVANA

18 agosto 2010

TENHO MEDO DO SERRA!!!!

POESIA 1891 – CHEGUEI A CASA

Cheguei a casa...

Tive um dia estressante
Patrão irritado
Colegas incompreensíveis
Cobradores ignorantes
Conduções engarrafadas
População aborrecida...

Cheguei a casa...

Procurei sossego, não achei.
Procurei paz, não achei.
Procurei descanso, não achei.
Procurei amor...

Cheguei a casa...

Como todos os dias
Não encontro você.
Onde você está?

Cheguei a casa...

Mas, hoje vai ser diferente!
Hoje eu não vou te esperar
Hoje vou te procurar...

Vou sair à sua procura
Pelas ruas
Pelos bares
Pela vida...

Não volto mais para casa
Enquanto não te encontrar
Nem que leve a vida toda...

Só volto com meu amor.
Nunca mais cheguei a casa...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

POESIA 1890 – CACHORRINHO

Ah, como eu queria ser um cachorrinho
Bem peludo, bonitinho
Fofo, novinho,
A coisinha mais maravilhosa do mundo
Que enchesse seus olhinhos de alegria
E te fizesse sorrir
E dizer palavrinhas bem carinhosinhas...

Ah, como eu queria...

Mas, nasci homem,
Ignorante, macho,
Que só pensa em sexo...

Ah, ainda serei um cachorrinho...

Para alegrar seus olhinhos
Serei o que você quiser
Mesmo que seja bem fresquinho...

Um poodle?
Um cachorrinho peludinho fofinho?
Um poodle...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

POESIA 1889 - ALTAS DOSES

Já bebi uísque
Enormes copos cheios
Do mais envelhecido e saboroso néctar
E não senti mudança
Que me fizesse feliz...

Já comi banquetes
Acompanhado pelos mais belos príncipes
Feitos pelos mais nobres chefs
E não senti sabor
Que me apetecesse...

Mas seu beijo
Um único beijo
Foi a dose mais forte
Que me encantou
E me fez apaixonar...

Quero mais
Mais beijos
Para me embriagar...

De amor por você...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

POESIA 1888 - ANOITEÇA E AMANHEÇA

Tanto que te quis
E te tive
E te perdi
Por incompetência minha
E incoerência divina...

O que é justo?
Anoitecer ao teu lado
Amanhecer sozinho...

Sinto tua falta
Mas senti tua sobra
O que posso mais fazer
Além de beber neste bar sujo
Acompanhado de tantos ratos humanos...

Espero amanhecer
Quem sabe eu não te encontre
Novamente
No anoitecer...?

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

POESIA 1887 – ALTOS E BAIXOS

De repente
Não sei como
Vi-me caído
Jogado ao chão...

Estirado
Respirando mal
Lembro-me apenas do mal que fiz...

E o filme de terror passou sob meus olhos
Antes do último respiro...

Que saudades do frio...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

DOCUMENTÁRIO: A HISTÓRIA DO PUNK NO BRASIL

17 agosto 2010

FILMES PARA BAIXAR - O PODEROSO CHEFÃO

O PODEROSO CHEFÃO 1



Sinopse

Nos Estados Unidos dos anos 40 e 50, a família Corleone – chefiada pelo patriarca Don Vito (Marlon Brando) – vive em constante confronto com outros grupos mafiosos pelo controle de vários negócios ilegais.

Título Original: The Godfather
Ano: 1972
Qualidade: DVDRip

CD 1

PARTE 1 - http://www.megaupload.com/?d=CEYF5JKD
PARTE 2 – http://www.megaupload.com/?d=Z2ZN0S7Q
PARTE 3 – http://www.megaupload.com/?d=EU0U9KZ0
PARTE 4 – http://www.megaupload.com/?d=7W5RWNA9
LEGENDA - http://www.megaupload.com/?d=P7CRG2UV

CD 2
PARTE 1 – http://www.megaupload.com/?d=TIP1UHYK
PARTE 2 – http://www.megaupload.com/?d=IE3F7LCK
PARTE 3 – http://www.megaupload.com/?d=I1BA27J9
PARTE 4 – http://www.megaupload.com/?d=G6JVPTBQ
LEGENDA – http://www.megaupload.com/?d=YCJLMH4Z

O PODEROSO CHEFÃO 2



Sinopse

A saga da família Corleone, voltando no tempo, até a chegada de um jovem Vito (Robert DeNiro) à América, e seguindo através da década de 50, quando seu filho Michael (Al Pacino) assume o controle do império da família.

Título Original: The Godfather: Part II
Ano: 1974
Qualidade: DVDRip

CD 1

PARTE 1 – http://www.megaupload.com/?d=I5PVHWKL
PARTE 2 – http://www.megaupload.com/?d=SPF4TW4G
PARTE 3 – http://www.megaupload.com/?d=3RTPE2OK
PARTE 4 – http://www.megaupload.com/?d=IF01FGV2
LEGENDA – http://www.megaupload.com/?d=39XUD6CK

CD 2

PARTE 1 – http://www.megaupload.com/?d=ULL5VO7T
PARTE 2 – http://www.megaupload.com/?d=VV6HJDZF
PARTE 3 – http://www.megaupload.com/?d=KEVUEDOE
PARTE 4 – http://www.megaupload.com/?d=IQY6EYB1
LEGENDA – http://www.megaupload.com/?d=1FM34O13


O PODEROSO CHEFÃO 3



Sinopse

Continuação da saga da família Corleone. Michael (Al Pacino), o atual chefão dos Corleones, está prestes a realizar um negócio que pode limpar seu dinheiro e o nome de seus descendentes. Mas o destino lhe prepara uma armadilha e o sangue volta a jorrar na família.

Título Original: The Godfather: Part III
Ano: 1990
Qualidade: DVDRip

CD 1

PARTE 1 – http://www.megaupload.com/?d=8UHICNE4
PARTE 2 – http://www.megaupload.com/?d=VUSHFN41
PARTE 3 – http://www.megaupload.com/?d=YBR3U6A7
PARTE 4 – http://www.megaupload.com/?d=RURHU4Z0
PARTE 5 – http://www.megaupload.com/?d=7YNR8BKA
LEGENDA – http://www.megaupload.com/?d=12Z8BNZ0

DOCUMENTÁRIO: ELVIS, THE KING

16 agosto 2010

BRASILEIRÃO 2010

1° Fluminense 32 pontos
2° Corinthians 28 pontos
3° Avaí 22 pontos
4° Botafogo-RJ 21 pontos
5° Cruzeiro 21 pontos
6° Ceará 21 pontos
7° Internacional-RS 20 pontos
8° Flamengo 20 pontos
9° Vasco 20 pontos
10° Palmeiras 19 pontos
11° Santos 18 pontos
12° Guarani 18 pontos
13° São Paulo 17 pontos

14° Vitória-BA 17 pontos
15° Grêmio-RS 15 pontos
16° Grêmio-SP 15 pontos
17° Atlético-PR 14 pontos
18° Atlético-MG 13 pontos
19° Goiás 13 pontos
20° Atlético-GO 9 pontos

DOCUMENTÁRIO: ROLLING STONES - CIRCUS

15 agosto 2010

POESIAS

1884 – A MENTIRA

Amanhã
Quando acordar
Não seja quem você quer ser
Seja a mentira
A que inventaram para você
Para você ser
Uma mentira
Social
Que sofre calada
Mas vive
E sobrevive
Rodeada de sucesso
E de lágrimas...

Seja a mentira
Uma mentira
Como querem que você seja...

Mas, nunca seja você,
Senão será expulsa...





1885 – ATRAVESSANDO A RUA

Um dia
Andando pela calçada
Vi um estranho que vinha
Do mesmo lado que eu
Parei
Atravessei a rua
E segui do outro lado...

Por medo?
Por respeito?
Por pena?
Não sei...

Hoje
Quando ando pela calçada
Eles atravessam a rua
E seguem do outro lado...

Onde foi que errei?




1886 – AINDA NÃO SEI O QUE É O AMOR

Sofro do coração.
As palavras que lá caem
Ecoam num vazio
Voam num vácuo...

Sofro
Não amo
E se amo
Não sei...

Ainda não sei o que é o amor...



JORGE LEITE DE SIQUEIRA

Dez mitos sobre dietas

Muitos mitos você com certeza já deve ter ouvido e talvez até possa acreditar, mas o fato é que não correspondem à realidade. Aqui vão ...