09 dezembro 2011

Poesia 2293 - O amanhã continuará igual

Estava indeciso
Ansioso
Perturbado
Então vi que a dor de cabeça não era tão forte
Que minha lentidão não alteraria nada em mim
Que o amanhã chegaria novamente...

Deitado
Olhando as teias de aranha no teto
Previ que não seria mais do que sou
Mesmo se tivesse tomado decisões diferentes...

Desliguei a televisão
Apaguei a luz
E fiquei conversando com meus fantasmas
E com meus anjos da guarda...

Como não dormi, o amanhã demorou a chegar.
Mas chegou.
E percebi que eu estava indeciso
E ansioso
E continuava perturbado...

A única coisa que mudou
Foi o amanhã
Que virou hoje...

E minhas dores já não eram tão fortes.
Ou eram.
Acho que me acostumei a elas...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA

Nenhum comentário:

Dez mitos sobre dietas

Muitos mitos você com certeza já deve ter ouvido e talvez até possa acreditar, mas o fato é que não correspondem à realidade. Aqui vão ...