31 dezembro 2011

POESIAS PARA UM ANO

JANEIRO

Eis que se inicia mais um ano!
Promessas são feitas
Planos são definidos
Apostas no sucesso no ano que se inicia...

A barriga ficará na academia
Os filmes serão assistidos finalmente
Livros serão comprados (e lidos!)
O teatro virará hábito...

Balelas!
Ah, se os planos fossem tão simples assim...

Mas o Ano Novo promete!
Nem todos cumprirão suas metas
Mas um que o fizer
Já terá valido a pena...

Feliz Ano Novo...

Jorge Leite de Siqueira

-----------------------------------

FEVEREIRO

A lá lá ô!
É mês de carnaval!
Festa profana, cigana, baiana,
Festa popular, de praia e mar,
Festa de dançar, pular, vibrar,
Festa de beber, viver e morrer...

Carnaval!
Homens viram mulheres (e é normal)
E vice-versa (também é normal)...

Carnaval!
Festa do frevo, do axé, do samba,
E só não samba quem é ruim da cabeça (eu sou)
E só não vai atrás do trio elétrico quem já morreu...

Eu já estou morto há muitos anos...

Jorge Leite de Siqueira

-----------------------------

MARÇO

É verão ou outono?
Há resquícios de carnaval
Há restos de verão
Há sol em abundância...

Mas as folhas já começam a cair
Junto aos sonhos de verão
E dos planos de ano novo...

Há quem entristeça
Há quem se anime
Só não há solução...

Prepare a mala para ir embora...

Jorge Leite de Siqueira

-----------------------------------

ABRIL

Mês de crucificá-Lo novamente!
Coitado, todo ano é a mesma coisa:
Ensaios, montagens, fogos,
E alguém amarrado na cruz...

Choros se repetem
Esperanças se renovam na fé
E o dinheiro continua valorizado como dádiva...

Será que Jesus sabia que seria idolatrado assim?

Eu acredito no Homem.
Com barba ou não
Com ou sem cabelos grandes
E de olhos negros...

No mito, não!
Acredito na Sua igualdade a mim
Na Sua igualdade a todos nós...

E não tentem me crucificar...

Jorge Leite de Siqueira

------------------------------------

MAIO

Mês das noivas!
Vamos vender vestidos
Vamos vender fotografias
Vamos vender, vender, vender...

Mas ninguém mais quer se casar...

Dia das Mães!
Cabelos brancos
Experiência
Amor incondicional...

Bonito?
Na teoria, sim,
Mas, na prática:
Vamos vender presentes
Vamos vender eletrodomésticos
Vamos vender, vender, vender...

O lucro é incondicional...

Jorge Leite de Siqueira

-------------------------------------

JUNHO

Arrasta pé no salão
A poeira levanta
O sanfoneiro agita...

Puxa a peixeira!
Corre, pula, volta,
O forró vai continuar...

Festas juninas:
No interior, é melhor...

Na capital?
Nada de fogueira na rua
Nada de pipoca e quentão
Nada.
Nada...

Saudades do sertão...

Jorge Leite de Siqueira

---------------------------------

JULHO

Arruma as malas
É hora de viajar...

O destino?
Minas Gerais?
Bahia?
Rio Grande do Sul?
Tanto faz...

Coloca gasolina no carro
Compra a passagem de ônibus
Faz a reserva de avião...

Não importa como
O importante é fugir
Do trabalho
Da escola
Da vida...

Férias são sonhos...

Jorge Leite de Siqueira

--------------------------------------

AGOSTO

Cuidado com a escada
Não deixe a sandália virada
Olha o gato preto em sua frente...

Superstições...

Mitos e conflitos que nos perseguem
Como um cachorro louco
Uma bruxa
Ou apenas uma sombra ao anoitecer...

Quando criança, assustador,
Quando adultos, revelador,
Mas algumas superstições continuam:
O bicho papão debaixo da cama
Deus vai te mandar pro inferno
Casamento é bom...

Agosto, mês de cachorro louco...

Jorge Leite de Siqueira

------------------------------------

SETEMBRO

Quando chega setembro
Os apaixonados se amam ainda mais,
Pois as flores colorem os olhos
E os corações...

Primavera!
Renovação de sementes
Renovação de sentimentos
Renovação de votos eternos de amor...

E todas as estações se misturam...

Jorge Leite de Siqueira

-----------------------------

OUTUBRO

Nossa Senhora, me dê a mão!
Crianças vão ganhar presentes!
Eleições para renovarmos os canalhas!

Misturam tudo...

Nossa Senhora
No rosto das crianças
Que se tornarão os políticos do futuro...

Crianças
Políticas
Que sonham com Nossa Senhora...

Políticos
Puros quando criança
Rezam para Nossa Senhora...

Tanto mal, fé e esperança
Que nunca se revelam completamente...

Jorge Leite de Siqueira

----------------------------------

NOVEMBRO

Lembremo-nos dos ancestrais
Louvemos aos ancestrais
Dependemos dos ancestrais...

Deixaram-nos mensagens
Desenvolveram suas idéias em nós
Fizeram-se eternos com seus sobrenomes...

Ancestrais
Enterrados entre tábuas que se desfizeram
Alojados entre cimentos que nunca acabarão
Empurrados para debaixo da terra sem opções...

Louvemos aos ancestrais
Quebremos suas maldições
Elevemos suas bênçãos...

Chega de lágrimas...

Jorge Leite de Siqueira

----------------------------------

DEZEMBRO

Jesus nascerá novamente
Em cada coração,
Pois é Natal...

Está quente demais
E vai esquentar ainda mais,
Pois é verão...

Procurem lugares com ar condicionado
Comprem seus ventiladores
E repitam comigo:
No Canadá é melhor
Nos Estados Unidos é melhor
Na Europa é melhor...

Natal rima com neve...

Jorge Leite de Siqueira

Nenhum comentário:

Dez mitos sobre dietas

Muitos mitos você com certeza já deve ter ouvido e talvez até possa acreditar, mas o fato é que não correspondem à realidade. Aqui vão ...