25 dezembro 2012

Boas festas: saiba de onde surgiram as principais tradições natalinas

Entra ano e sai ano, mas algumas coisas não mudam. Uma delas é a lista de tradições que são seguidas à risca no período de festas de fim de ano. Construir uma árvore de natal, trocar presentes e outras ações fazem parte da rotina da maioria das pessoas que comemoram o Natal. O que nem todos sabem é onde surgiram essas tradições natalinas. 

Se você faz parte desse grupo, confira logo abaixo:
 

Árvore de Natal – Há algumas versões desencontradas de onde surgiram as árvores de Natal, mas a versão mais confiável é de que a primeira árvore de Natal surgiu em 1510 na cidade de Riga (hoje território da Letônia) e se espalhou pela Europa nos séculos seguintes. No Brasil, a tradição de usar pinheiros para celebrar o Natal se fortaleceu no início do século 20.
 
Troca de presentes – Há duas versões para o início da tradição de trocas de presentes no Natal. Uma, de vertente religiosa, diz que a entrega de presentes por parte dos reis magos influenciou na tradição. Porém, há uma versão pagã de que o hábito de trocar presentes no Natal venham do período de uma festa chamada Saturnália.
 
Missa do Galo – Para os católicos, um dos ritos mais tradicionais é a Missa do Galo. A celebração foi instituída no ano de 143 e era celebrada à meia-noite de Natal. A missa só terminava no horário em que “o galo cantava” e daí surgiu o nome. Atualmente, a missa não é celebrada a meia-noite em alguns lugares em cidades brasileiras. Vale lembrar que outras religiões cristãs celebram o Natal, mas não realizam a Missa do Galo.
 
Presépio – O presépio não nasceu com Jesus e sim com São Francisco de Assis. De acordo com relatos descritos por Tommaso da Celano (biógrafo de São Francisco de Assis), em 1222 o futuro santo realizou um teatro do nascimento de Cristo com base em relatos bíblicos. A tradição pegou, mas vale lembrar que apenas a Igreja Católica realiza esse tipo de simulação. Igrejas protestantes não fazem, via de regra, Presépio de Natal.
 
Papai Noel – A origem do bom velhinho está ligada a São Nicolau de Mira, que viveu na Turquia entre os séculos 3 e 4 e ficou famoso por sua generosidade com os mais pobres. Já a maneira como o Papai Noel é representado hoje - um velhinho simpático que veste roupa de inverno vermelha e botas pretas - data do século 19. 


Nenhum comentário:

Dez mitos sobre dietas

Muitos mitos você com certeza já deve ter ouvido e talvez até possa acreditar, mas o fato é que não correspondem à realidade. Aqui vão ...