10 janeiro 2014

Poesia do Cinquentenário

Cinquentenário!
Sinto uma dor no peito
acho que são gases
pode não ser
pode ser o fim
os órgãos estão envelhecendo.
Pode ser o passado também
a remoer
mas a dor é diferente.
Pode ser o futuro
a me tirar o sono
com seus planos urgentes
mas que devem esperar.
Cinquentenário!
Bodas de ouro com a vida.
Quem sabe amanhã eu não vá trabalhar
e não atenda o celular
e não comente no facebook
e suma.
Quem sabe amanhã eu não acorde
e só notarão minha falta
depois de amanhã.

Amanhã.
Mas hoje?
Hoje, não!
Hoje estou feliz
e vou trabalhar.
No ano de meu cinquentenário quero aprender
- e estou conseguindo -
a viver um dia de cada vez...

E hoje estou feliz...

Jorge Leite de Siqueira

Nenhum comentário:

Dez mitos sobre dietas

Muitos mitos você com certeza já deve ter ouvido e talvez até possa acreditar, mas o fato é que não correspondem à realidade. Aqui vão ...