19 fevereiro 2014

Poesia - Razão para viver

Subir?
Descer?
Cair?

Seguir em linha reta?
Fazer a curva a cem metros?
Bater conta a montanha?
Soltar o volante no final da ladeira?

Forró?
Rock?

Com quê devo me preocupar?

Esperar? Esperar? Esperar?
Abandonar tudo e recomeçar?
Recomeçar sempre e abandonar?

Amar incondicionalmente?
Odiar condicionalmente?
Ignorar as ignorâncias?

O que devo querer?

Subir na moto e pilotar até acabar o combustível?
Vestir a roupa mais bonita e ir à missa?
Tirar a roupa mais bonita e transar como se tivesse dezoito anos?

Pedir em casamento?
Romper as barreiras?
Isolar-se nas montanhas?

Qual a razão para viver?

Arrumar-se e ir ao trabalho?
Esperar a aposentaria e morrer?

Às vezes eu me pergunto por que sou tão calado, digo, pensativo...

JORGE LEITE DE SIQUEIRA



Nenhum comentário:

Dez mitos sobre dietas

Muitos mitos você com certeza já deve ter ouvido e talvez até possa acreditar, mas o fato é que não correspondem à realidade. Aqui vão ...